Homenagem do Projeto em 2016

“Homenagem à Zé Menezes – 95 anos”

Ze_Menezes_site

A cada edição do projeto Festividade, será feita uma homenagem a um artista renomado, neste ano dedicaremos ao genial compositor, multi-instrumentista, arranjador Zé Menezes, do qual apresentaremos vídeos com suas interpretações e nos shows serão executados alguns de seus maiores sucessos.

Zé Menezes (1921 – 2014), maestro, compositor, arranjador e multi-instrumentista das cordas, com técnica apurada e criatividade nas improvisações, Menezes nos surpreendia com seu virtuosismo tocando bandolim, violão, violão-tenor, guitarra, cavaquinho, banjo, viola de 10 cordas e guitarra portuguesa.

Em mais de 80 anos de carreira, passados em palcos e estúdios, Zé Menezes gravou com Orlando Silva, Roberto Carlos, Pablo Milanés, Elizeth Cardoso, Carmem Miranda, Francisco Alves (o Rei da Voz), contribuindo com inúmeros sucessos da Música Popular Brasileira.

Começou sua carreira trabalhando na Rádio PRE-9 Rádio Clube do Ceará, três anos depois transferiu-se para o Rio de Janeiro contratado para substituir o violonista Garoto, na Rádio Mayrink Veiga (1943 à 1947). Em seguida, o próprio Garoto o levou para a Rádio Nacional, onde permaneceu por 25 anos, como guitarrista e arranjador, trabalhando com Garoto, Radamés Gnattali, entre outros, acompanhando grandes cantores de sucesso.

Mais tarde, contratado pela Rede Globo de Televisão, onde permaneceu por 22 anos como guitarrista, maestro, arranjador, compositor e produtor musical, entre outros sucessos compôs o famoso Tema de Abertura do Programa “Os Trapalhões”, o qual permaneceu no ar por 20 anos.

Suas composições em parceria com Luiz Bittencourt, resultaram em grandes sucessos, tais como a pré-bossa nova, “Nova Ilusão” (1948) gravada por Os Cariocas, Dick Farney e regravado pelo cantor americano Billy Eckstine; “Comigo é Assim” (1952), gravada por Tom Jobim e Miúcha, Emílio Santiago Wanda Sá; e “Castigo” por Elizeth Cardoso, entre outros sucessos.