Programação Festividade 29 de outubro de 2013

header-top-page

Festividade IV Festival da Terceira Idade - 2013

Oficina Artística:

Cinema & Psicomotricida – Um Corpo Que é Maria

29/10 – Terça-feira, às 14h – Teatro Odylo Casta, filho - UERJ
 Alunas da UnATI - Oficina: Cinema & Psicomotricidade – Um Corpo Que é Maria
Alunas da UnATI - Oficina: Cinema & Psicomotricidade – Um Corpo Que é Maria
Coordenação: Profª Cristie Campello Trabalhar o corpo, o cinema, a memória e o lúdico, tudo isso com muita alegria e buscando a saúde dos Idosos, essa Oficina Artística tem como proposta um trabalho com o universo feminino que aborde a feminilidade na Terceira Idade. Não é uma questão de gênero, mas de estilo de vida, um estilo de vida mais suave, mais delicado, mais generoso e mais afetivo.

Palestra:

Um Balanço Sobre os 20 Anos da UnATI.Uerj A Juventude de Uma Senhora Universidade

29/10 – Terça-feira - 15h30 – Auditório 11 - UERJ
Palestrantes: Renato Veras e Célia Caldas A Palestra traçará a trajetória bem sucedida dos 20 Anos da Universidade Aberta da Terceira Idade da Uerj, conhecida internacionalmente, como uma Micro-Universidade Temática que desenvolve um Programa de Excelência que vem contribuindo para a melhoria dos níveis de saúde físico-mental e social das Pessoas Idosas e formando recursos humanos Especialistas nas áreas de Geriatria e Gerontologia.

Renato Peixoto Veras – Diretor Geral da UnATI.Uerj

Prof. Renato Veras. Diretor Geral da UnATI.Uerj.2013
Renato Peixoto Veras
Renato Veras é médico, professor do Instituto de Medicina Social e Diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade - UnATI.Uerj. Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Saúde Coletiva e Políticas Públicas pelo Instituto de Medicina Social da Uerj. Doutor em Saúde Coletiva - Community Medicine pela London School of Hygiene and Tropical Medicine - LSHTM; PhD no Guy's Hospital da Universidade de Londres. Sua área de pesquisa é “Saúde Coletiva e Envelhecimento Humano”, onde tem vários livros e artigos publicados nas principais revistas científicas do Brasil e exterior. É pesquisador nível 1 do CNPq e consultor de algumas agências e órgãos nacionais e internacionais.

Célia Pereira Caldas – Vice-Diretora da UnATI.Uerj

Célia Pereira Caldas
Célia Pereira Caldas
Possui graduação em Enfermagem pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1993), doutorado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e Pós-Doutorado em Gerontologia pela Universidade de Jönköping, Suécia. É professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde atua na graduação em Enfermagem e no Programa de Pós Graduação em Ciências Médicas. É membro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e pesquisador associado ao Gerontology Institute - Jönköping University. Tem experiência na área de Saúde Coletiva com ênfase em Saúde do Idoso, atuando principalmente nos seguintes temas: idoso, enfermagem, envelhecimento, cuidadores e saúde do idoso. Atualmente, além das atividades administrativas relativas à vice-direção da unati, a profa. célia caldas atua na docência do curso de graduação em enfermagem da uerj e na pós-graduação da faculdade de ciências médicas da uerj. É coordenadora de duas discplinas da especialização em Geriatria e Gerontologia e atua no mestrado e doutorado multidisciplinar em ciências médicas. Além disso é uma pesquisadora atuante no campo do envelhecimento humano. Atualmente está diretamente envolvida em dois estudos financiados pelo CNPq além de atuar como orientadora das pesquisas de seus alunos de mestrado e doutorado.

Show:

Homenagem a Chico Anysio

29/10 – Terça-feira, às 17h, entrada franca. Teatro Odylo Casta, filho - UERJ
Com André Lucas e participação de João Francisco
André Lucas - Homenagem a Chico Anysio
André Lucas - Homenagem a Chico Anysio
Quem é André Lucas? André Lucas é filho de Chico Anysio, o maior humorista do Brasil. Muito cedo começou a conquistar o público com seu talento. Primero, ainda adolescente, na Rádio Globo, no Rio. Na época, André fazia um quadro chamado a "Galera do Chico", onde interpretava todos os personagens criados pelo pai. Na TV Globo, o humorista começou em 1984, com pequenas participações em quadros no programa Chico Anysio show. Seu primeiro papel de destaque foi o assistente "Simpson" do Xerife Bronco Billy e, logo em seguida, o filho "Ted" do Pastor Tim Tones, ambos personagens criados e imortalizados por Chico Anysio. Na BAND, André se apresentou no programa "Vale Tudo", com o narrador esportivo Luciano do Valle. Mas, a consagração de André Lucas viria mesmo em 1994, quando estreou na Escolinha do Professor Raimundo, programa de humor que é considerado até hoje, segundo os especialistas, "o programa de TV mais visto no mundo ocidental". Na Escolinha, André ficou conhecido pelo personagem "Seu Aranha". Foi com ele que o bordão "Para com Ilsso! Deixa Dilsso! " ganhou as ruas de todo o país. Durante sete anos, André Lucas também aprendeu muito convivendo com outros craques do humor, como por exemplo: Walter D'Ávila, Brandão Filho, Antonio Carlos Pires, Rogério Cardoso, Francisco Milani, Lucio Mauro, Heloísa Périssé, Cláudia Gimenez e Tom Cavalcante. Além disso, André trabalhou no programa Show do TOM da TV Record ; "ZORRA TOTAL" da TV Globo e PRAÇA É NOSSA no SBT.

Deixe seu comentário